Celebram-se hoje Monumentos e Sítios. A nossa história!

Celebra-se, hoje (18), o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, data instituída pelo Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS), em 1982 e aprovado, no ano seguinte, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Num comunicado assinado pela Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula, a propósito desta efeméride, destaca-se que, no presente ano, a data celebra-se sob o lema “Passados Complexos: Futuros Diversos”. Trata-se de um lema que assenta no discurso transversal da continuação das iniciativas do ICOMOS de 2020 para 2021, incluindo a diversificação do património cultural para a construção de uma sociedade mais justa e pacífica por meio da educação e inclusão na gestão do património cultural.

Aliás, a celebração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios é uma oportunidade de sensibilizar a sociedade para a diversidade e vulnerabilidade do património cultural, bem como para o apelo nos esforços visando a sua protecção e valorização.

“As celebrações no presente ano acontecem num contexto indelevelmente marcado pela pandemia da Covid-19, que abalou todas as estruturas da sociedade. Neste sentido é urgente reflectirmos sobre o passado e projetarmos um futuro mais solidário e mais inclusivo”.

De acordo com o comunicado, o Ministério da Cultura e Turismo associa-se ao movimento mundial de celebração do dia 18 de Abril, renovando o seu compromisso pela preservação e conservação do património cultural moçambicano, ciente de que para o alcance deste desiderato é imprescindível a participação da sociedade civil e das comunidades, os primeiros guardiões do património cultural.

“Estamos cientes dos desafios e limitações impostas pela pandemia da Covid-19, pelo que não serão medidos esforços para continuar a garantir o acesso e fruição pública da sociedade ao património no novo normal, pois, é fundamental para reafirmação e fortalecimento da moçambicanidade”, lê-se no documento que termina sublinhando que “os Monumentos são a nossa história!”

Partilhe: