Estatuto Editorial

  1. Entre Aspas é uma revista moçambicana, com sede em Maputo, dedicada à publicação de potencialidades locais em quatro prismas: (i) Artes e Cultura; (ii) Tecnologia e Inovação, (iii) Turismo e Meio Ambiente e (iv) Lifestyle e Bem-estar;
  2. Entre Aspas prioriza três sectores principais: (i) Artes e Cultura; (ii) Tecnologia e Inovação e (iii) Turismo e Meio Ambiente; (iv) Lifestyle e Bem-Estar;
  3. Entre Aspas, em formato físico, tem uma periodicidade mensal, mas também actua de forma online, com actualizações diárias, a qualquer hora, acessível na internet, através do endereço www.entreaspas.co.mz;
  4. Entre Aspas tem uma representação audiovisual, através de um programa de televisão, no Youtube, e de rádio, em formato podcast;
  5. Entre Aspas tem como objectivo retratar as potencialidades artístico-culturais que se desenvolvem em Moçambique, bem como divulgar as inovações tecnológicas, promover locais turísticos e estimular a preservação do meio ambiente e acções de sustentabilidade;
  6. Entre Aspas surge, efectivamente, para garantir noticiabilidade de secções pouco explorados nos media tradicionais e fazer com que as artes e cultura, a inovação e tecnologia, o turismo e meio ambiente tenham um espaço preferencial e dedicado, somente, ao que esses sectores demonstram;
  7. Entre Aspas é um projecto feito por todos e para todos. Esse propósito cumprir-se-á através da criação de uma delegação em cada uma das três principais cidades do país - Maputo, Beira e Nampula. Desta forma, estará acautelado o seguimento de publicações de histórias locais contadas por colaboradores locais;
  8. Entre Aspas segue, escrupulosamente, o estipulado na Constituição da República, no geral, e na Lei de Imprensa, em particular, bem como todos os princípios éticos e deontológicos de produção jornalística;
  9. Entre Aspas assume-se como um órgão responsável, ao intervir na sociedade, contribuindo para melhor assimilação da necessidade de promoção do mosaico cultural e artístico moçambicano, bem como o desenvolvimento das tecnologias locais como soluções e a protecção do meio ambiente;
  10. Entre Aspas, de uma forma didáctica, criativa e contemporânea, pretende contar as histórias de sucesso de homens e mulheres, priorizando acções de vulto das minorias sexuais e de pessoas com deficiência;
  11. Entre Aspas dedica especial atenção a actividades e iniciativas desenvolvidas nas zonas rurais, onde o agronegócio, aliado ao empreendedorismo juvenil, é a tónica dominante;
  12. Entre Aspas evita sensacionalismos e respeita a vida privada, não se associando a notícias que pretendem denegrir indivíduos ou instituições, seja qual for a motivação, colocando-se como um órgão isento em matérias criminais ou de condutas duvidosas;
  13. Entre Aspas é um órgão apartidário e sem quaisquer ligações políticas, comprometendo-se, apenas, com o bem comum e a veracidade dos factos, sem discriminação e preconceitos a nível étnico, religioso, racial, ideológico e económico;
  14. Entre Aspas assegura, em todas as suas plataformas, a liberdade de expressão, estando aberta a colaborações de qualquer tipo, com entidades individuais e colectivas, desde que se paute pelo rigor, isenção e honestidade;
  15. Entre Aspas pretende ser um órgão de referência no país, conciliando a cultura, tecnologia, turismo e meio ambiente, propondo debates eficientes sobre a forma como o ser humano lida com as expressões culturais e a forma como actua na natureza.