INATUR capacita mais de 1700 profissionais em hotelaria e turismo

Não há balanço maior que superar as expectativas. Pois é. O Instituto Nacional do Turismo (INATUR) encerrou o primeiro ciclo de capacitações dos profissionais de Hotelaria e Turismo em alta. Dos 1.231 profissionais previstos, a organização contabiliza 1.671.

Ou seja, o país conta, a partir da semana passada, com mais profissionais de cozinha, restaurante, bar, andares, recepção e práticas de higiene e manipulação de alimentos do que o previsto.

Trata-se de uma capacitação que envolveu actores hoteleiros e turísticos da cidade e província de Maputo, Niassa, Gaza, Tete e Inhambane.

No cair do pano, em cerimónia havida na província de Inhambane, cidade cujo habilitou 207 profissionais, a Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula, referiu que esta série de capacitações é um dos caminhos para alavancar o turismo, após a paragem forçada devido à pandemia.

"É uma das formas de nos prepararmos para acolher os turistas, e melhorar a prestação de serviços, para que Moçambique se torne um atractivo mundial".

O Director do INATUR, Jeremias Manussa, por seu turno, reforçou o papel da instituição, norteado pelo desenvolvimento de competências a nível da massa laboral do sector do turismo, que, este ano, foi materializado em parceria com o Instituto de Formação Profissional e Estudos Laborais Alberto Cassimo - IFPELAC. Foi na mesma linha de pensamento que o Director do IFPELAC, Anastácio Chembeze, mencionou que esta é uma parceria inteligente que vem acrescentar valor à área de hotelaria e turismo.

No evento, que teve lugar no Hotel Escola do Instituto Industrial e Comercial Eduardo Mondlane, na cidade de Inhambane, estiveram presentes várias individualidades do governo local, com destaque para o Governador da província, Daniel Chapo, e a Secretária de Estado Ludmila Maguni.

Em simultâneo, o pavilhão da cidade de Tete acolheu também a cerimónia de encerramento da série de capacitações com um total de 300 profissionais, e que foi dirigida pelo Governador de Tete, Domingos Viola.

Partilhe: